Exposições organizadas por vários consulados acreditados em Hong Kong e Macau apresentam arte de diferentes países
Instalações de arte nas comunidades  

Data de Publicação: 04/06/2019
Tipo: Art Macau

O mega evento “Arte Macau” traz uma atmosfera cultural imersiva a toda a cidade, transformando-a numa galeria e jardim de arte. Vários consulados estrangeiros acreditados em Hong Kong e Macau organizam exposições de arte únicas em Macau a partir de Junho. Diversas instalações de arte ao ar livre de grandes dimensões de artistas estrangeiros e locais serão também exibidas em vários pontos de interesse da cidade, permitindo que aficionados da arte sintam uma atmosfera artística em todos os seus cantos.

O Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong organiza uma série de exposições e actividades relacionadas com o Dia de Portugal. O Consulado Geral do Japão em Hong Kong, em colaboração com a Tipografia Toppan, apresenta uma exposição de cartazes sobre a cultura e as artes cénicas japonesas. A Tipografia Toppan produziu cartazes que retratam expressões de design gráfico e expressões impressas de artistas japoneses contemporâneos proeminentes. O Consulado Geral de Itália em Hong Kong e Macau apresenta a exposição “Cores da Ásia”, com pinturas do artista Francesco Lietti. Subordinadas aos temas das viagens e descobertas, as suas obras pairam entre a realidade e a fantasia. Usando traços de tinta fortes para representar edifícios, Lietti inclui também pequenas manchas de cor texturizada, que dançam em toda a paisagem urbana, dando-lhe uma qualidade efémera e de sonho. O Consulado Geral da Bélgica em Hong Kong apresenta a instalação visual e sonora “Anos Prósperos”, da dupla de artistas Benoit+Bo, uma instalação de duas lanternas gigantes em forma de cabeças, que os dois artistas designam “Cabeças Felizes” e que simboliza a universalidade da arte e dos sentimentos humanos num mundo globalizado. O Consulado Geral da Hungria em Hong Kong e Macau apresenta a exposição “Olhar o Credível - Tapeçarias de Zsuzsa Péreli”. Os temas metafísicos e sagrados que percorrem a obra de Zsuzsa Péreli medeiam entre dois mundos, insinuando e traduzindo para o observador tudo aquilo que pode ser intuído sobre a realidade não material.

Além disso, várias instalações ao ar livre de artistas estrangeiros e locais estarão disponíveis em diversos locais de Macau. “Santuário” pelos arquitectos e designers João Ó e Rita Machado, uma intervenção local ao ar livre, será exposta no Jardim da Fortaleza do Monte. 22 obras coloridas em fibra de vidro de “Vagabundo”, concebidas pelo artista local Wong Ka Long, serão expostas nas Casas da Taipa. A instalação de arte contemporânea de grandes dimensões “Cabeças Felizes”, da dupla franco-chinesa de artistas contemporâneos Benoit+Bo, recebe os visitantes na zona de lazer da Praça de Jorge Álvares e a escultura de aço inoxidável “Contemplação da Bondade-terna”, do artista de Hong Kong Mok Yat San, será exposta em torno do Museu de Arte de Macau.

20190610100206_01-2010年繪畫實驗項目 (2010) uroko no utsukushisa ni chousensuru (2010) 

新村則人 紙1___
GRAPHIC TRIAL 2010 uroko no utsukushisa ni chousensuru (2010) / Shinmura Norito / Paper / 103 x 364 cm


 

20190610100207_02-新一波熱情 (2018) 弗朗西斯科‧列蒂布本綜合媒材 80x80厘米_jpg
Uma Nova Onda de Paixão (2018) / Francesco Lietti / Técnica Mista sobre Tela / 80 x 80 cm

 

20190610100207_03-門神:日進斗金(2019) 東波西波 246x119厘米
Menshen: Everyday a kilo of gold (2019) / Benoit+Bo / 246 x 119 cm

 

20190610100208_04-世界之軸(2010-2011) 蘇莎.佩維利 壁飾掛毯,羊毛、絲綢、金屬、金線 

180x140厘米
Centro do Mundo (Axis Mundi) (2010-2011) / Zsuzsa Péreli / Gobelin, lã, seda, metal, fio de ouro / 180 x 140 cm

 

20190610100208_05-本地建築師、設計師及藝術家蘇若翰和孟麗泰設計之臨時竹結構“聖殿”
“Santuário” pelos arquitectos e designers João Ó e Rita Machado, uma intervenção local ao ar livre, será exposta no Jardim da Fortaleza do Monte